Saia do Automático e Questione seu Consumo - Fulgencio-Bomtempo-Financas-Pessoais-Educacao-Financeira-Consumo-Questionar-Mindset-Mentalidade-Habito-Dinheiro-Riqueza

Saia do Automático e Questione seu Consumo!

Pare e pense na última compra que você fez. Você consegue encontrar o motivo que te levou a realizar tal compra? Acredite, isso que você pensou provavelmente não é o verdadeiro motivo, e sim uma justificativa que você acabou de inventar. Segundo estudos apresentados no livro “Hábitos de consumo”, de Neale Martin, 95% do comportamento humano é controlado pelo inconsciente. O consciente decide ir ao cinema. O inconsciente dirige o carro.

Se você se pergunta, aonde foi parar o seu dinheiro ao longo do mês, isso é um sinal de alerta. Significa que o seu inconsciente está programado para gastar, e provavelmente gastar de forma desordenada. Por que você comprou sua última peça de roupa? Por que você escolheu determinada padaria para tomar café da tarde? Por que você vai sempre ao mesmo supermercado?

 

Receba nossas atualizações e dicas exclusivas por e-mail...

Quando você começa a questionar os seus hábitos de consumo, a sua mente passa a se abrir para novas possibilidades. Se automaticamente você escolhe sempre a mesma loja para comprar roupas, isso significa que o seu consumo já está inconsciente, quando você para pra pensar em quais lojas pode encontrar a roupa que você deseja você começa a analisar outros fatores, como preço, localização, atendimento, qualidade, que antes o seu inconsciente desconsideravam a cada compra.

Se você tem o hábito de frequentar uma lanchonete e o atendente te chama pelo nome e diz a seguinte frase: “Boa tarde! O de sempre?” Você está no automático faz tempo, seu inconsciente não só está te levando até a lanchonete, provavelmente no mesmo horário, mas também fazendo tudo por você, do pedido ao pagamento. Quando você ouvir a expressão, “O de sempre?”, use-a como um despertador e assuma o controle do seu consumo, peça algo diferente.

O objetivo de toda empresa de sucesso, diferentemente do que muitos empreendedores pensam, não é ser lembrado pelo cliente, mas sim se tornar um hábito inconsciente dos consumidores. Nenhuma empresa quer que você, cliente, desperte, mas para o seu bolso, para suas finanças, o despertar pode fazer grande diferença. O despertar faz com que a ação antes realizada na forma de um hábito inconsciente passe a ser analisada, e essa análise pode levar inclusive a abrir mão do consumo. Ao surgir a necessidade de usar uma blusa verde para determinado evento, o inconsciente de muitas pessoas está programado para ir à loja “preferida” e comprar. Enquanto o ato de questionar pode levar a uma olhada, primeiro, no fundo da gaveta para ver se não tem uma esquecida por lá. E caso a compra for mesmo necessária, passa-se a olhar em outras lojas e encontrar novas possibilidades.

Outra forma de sair do automático, e a mais eficiente, é planejar seu consumo, principalmente as compras de valores maiores. No modo automático, a tendência é comprar e parcelar. Ao planejar, você estará mais atento as possibilidades de compra, passará a pesquisar preço, buscará informações sobre os benefícios daquele produto, compará-lo com o modelo do concorrente, conversar com pessoas para saber de suas experiências com a compra. E ainda estará atento para identificar promoções do produto que deseja. Certamente realizará uma melhor compra!

 

É fato: Somos pessoas de hábitos!

Mas você está satisfeito com os seus hábitos? Quais seus hábitos profissionais, produtivos ou improdutivos? Seus hábitos de saúde, saudáveis ou nem tanto? E seus hábitos financeiros, vão te empobrecer ou enriquecer?

Toda mudança de hábito requer de nós determinação. Requer também que comecemos com pequenas atitudes. Quando nos propomos a mudanças drásticas e imediatas tendemos a evitar a dor e permanecer na situação indesejada. Se você deseja criar o hábito de poupar, recomendo a leitura do artigo 1% para realizar os seus sonhos, nele apresento uma forma simples e eficiente de criar o hábito de poupar e automaticamente você também passará a questionar alguns de seus hábitos de consumo.

Faça o compromisso com você, questione os seus hábitos, todos eles, os financeiros, pessoais e profissionais. Você certamente encontrará inúmeros hábitos ineficientes que ao serem abandonados e trocados por hábitos mais eficientes gerarão resultados incríveis em sua vida.

Compartilhe qual foi a última vez que você questionou algum hábito seu, seja de consumo ou não, e obteve ótimos resultados após a reconstrução desse hábito.

Você tem o hábito de ler e ficar com o conteúdo novo apenas para você? Por que você faz isso? Se você gostou desse texto e pretende de agora em diante questionar os seus hábitos, experimente compartilhar esse texto com seus amigos nas suas redes sociais, certamente ele poderá ajudá-los a também questionar e mudar seus hábitos para melhor.

Receba nossas atualizações e dicas exclusivas por e-mail...


Invista em você - Banner Fim de Post

102

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *