Devo usar o FGTS para pagar dívidas

Devo usar o FGTS para pagar dívidas?

Uma das medidas apresentadas pelo presidente Michel Temer para estimular a economia foi a possibilidade de usar parte do FGTS para quitar dívidas. Mas será se essa medida é viável para o trabalhador? Devo usar o dinheiro FGTS para pagar dívidas? Quando é viável usar o dinheiro do FGTS? Essas são algumas dúvidas que vem surgindo após esse anúncio do governo.

 

Receba nossas atualizações e dicas exclusivas por e-mail...

O dinheiro do FGTS é uma poupança forçada que o trabalhador tem ao longo dos anos. E é com esse mesmo recurso que o governo paga as aposentadorias e benefícios da previdência (que também está prestes a sofrer alterações como comentado no artigo anterior).

A medida apresentada pelo governo propõe possibilitar que o trabalhador saque R$1 mil do fundo para quitar dívidas. Quando é viável realizar esse saque para quitar dívidas?

Esse recurso, apesar de relativamente pequeno comparado ao nível de endividamento da população, deve ser usado apenas para quitar dívidas com altas taxas de juros e saído do controle, como dívidas no Cheque Especial e Cartão de Crédito. Mesmo assim ele deve ser um último recurso a ser utilizado. Caso exista a possibilidade de trocar essa dívida muito cara (cheque especial e cartão de crédito) por uma menos cara, como empréstimo pessoal, empréstimo consignado ou um refinanciamento, é preferível não usar o recurso do FGTS.

Como a população brasileira está com um alto índice de endividamento, estima-se que essa medida pode gerar um rombo de até R$30 bilhões no FGTS, o que complicaria ainda mais a situação da previdência social.

É necessário lembrar que usar o dinheiro do FGTS, ou qualquer outro tipo de receita, para quitar dívidas não significa que o problema do endividamento esteja resolvido. Ele pode estar apenas mascarado por um tempo, pois o verdadeiro problema está na educação financeira, o problema está nos hábitos que se tem e em como está sendo utilizado o dinheiro. Mesmo com a dívida paga, se os maus hábitos continuarem será questão de tempo para uma nova dívida aparecer.

 

Quando é recomendado o uso do dinheiro do FGTS?

O dinheiro retido no FGTS é uma poupança forçada para o trabalhador, e essa poupança específica é considerada o pior dos investimentos, seu rendimento é menor que o da Caderneta de Poupança.

O dinheiro do FGTS deve ser utilizado para melhorar esse investimento! (Não para acabar com ele pagando dívidas.)

Quando surgir uma oportunidade de sacar o FGTS para compra de ações de ótimas empresas (como já aconteceu no passado), essa é definitivamente uma ótima ocasião para melhorar esse investimento.

Usar o FGTS para facilitar a compra da casa própria também é uma ótima oportunidade, apesar da casa própria não ser um investimento (esse é assunto para outro artigo), é uma forma de aumentar seu patrimônio e possibilitar mais fluxo de caixa para investir melhor no futuro.

Apesar de ser muito comum o uso do FGTS ao ser demitido, é preferível que ele seja aplicado em outro investimento para se ter uma reserva de emergência, podendo ser utilizado em casos de imprevistos ou mesmo da próxima contratação demorar mais do que o esperado.

Resumindo, apesar dessa medida apresentada pelo governo possibilitar uma injeção de dinheiro no mercado, ela pode não ser é a melhor opção para o trabalhador. É necessário muito cuidado ao utilizar do dinheiro do FGTS para quitar dívidas.

 

Receba nossas atualizações e dicas exclusivas por e-mail...


2014 - Bomtempo Controle Financeiro - Banner Fim de Post

302

You may also like

2 comments on “Devo usar o FGTS para pagar dívidas?

Legal esta orientação sobre a análise para utilizar o FGTS, com certeza no momento de uma demissão ele fará muito mais falta, o melhor é renegociar as dívidas e ter melhor educação financeira mesmo, evitando-se a bola de neve que massacra a gente.

    Fulgêncio Bomtempo Post author

    Olá Nisair! Seja bem vinda ao Blog!

    Fico feliz em saber que gostou da orientação. Realmente o planejamento é a melhor saída.

    Tem muito conteúdo já publicado, fique a vontade para navegar e qualquer dúvida pode perguntar nos comentários ou mesmo pelo contato.

    Abraço e sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *